Publicado em

Manoel Cordeiro e Patrícia Bastos juntos no Baile do Papai em Macapá

Apresentado nas melhores casas de shows do Brasil, o Baile do Papai chega ao Amapá trazendo com o multi-instrumentista Manoel Cordeiro os ritmos zouk, guitarradas, cumbia, cacicó, merengue, lambada, brega, calipso, batuque e marabaixo. O show celebra os 50 anos de música do amazônida Manoel Cordeiro, que curte uma nova fase em sua carreira, agora nos palcos de shows e de programas de grande audiência, ao lado de artistas renomados, como Felipe Cordeiro e Fafá de Belém. O Baile do Papai será dia 4 de maio na Trina Cervejaria Artesanal, e a caboca Patrícia Bastos é a convidada especial.

Maestro Manoel Cordeiro é um dos músicos mais prestigiados do país e com um elenco de artistas produzidos sob sua responsabilidade. Nascido no Pará e com raízes fincadas no Amapá, ele passou seu meio século de trabalho nos estúdios, produzindo e lapidando cerca de 1 mil discos de astros como Roberta Miranda, Fafá de Belém, Beto Barbosa, Banda Walilou, Alípio Martins, Banda Carrapicho, entre outros sucessos consagrados pelo público e mídia.

Com o filho Felipe Cordeiro, considerado um dos representantes da nova música brasileira, Manoel desponta no Brasil com o projeto Combo Cordeiro, onde dividem os palcos e cruzam os sons das guitarras em shows que misturam os acordes de gerações diferentes e os ritmos da Amazônia, como cumbia, tecnobrega, boi digital e guitarradas. Os dois, pai e filho, produziram recentemente o trabalho que marca os 40 anos de Fafá de Belém, Do Tamanho Certo Para o Meu Sorriso, e produzem e põem o Brasil pra dançar com o Baile do Papai.

Baile do Papai em Macapá

O Baile do Papai é mais um projeto de sucesso de Manoel e Felipe Cordeiro, para plateias que levantam da cadeira para dançar. O espetáculo lota casas de shows em São Paulo, Belém e Rio de Janeiro, onde Manoel se apresenta com a banda base e convidados locais. No Amapá a cantora Patrícia Bastos é a convidada especial, e, junto com os músicos Adelson Preto, Nena Silva, Otto Ramos e Helder de Melo, estreiam o Baile na capital, em uma noite que o próprio maestro prevê como dançante, caliente e para se apaixonar e emocionar.

Serviço:

Show Baile do Papai

Data: 4 de maio

Local: Trina Cervejaria Artesanal – Rua Jovino Dinoá esquina com Tupi, no Beirol

Hora: 22h

Valor: R$ 200,00

Informações e venda de mesas: 98400-4395

Mariléia Maciel

Publicado em

Banda Eguamanojazz promove show antes de embarcar para a França

A banda instrumental Eguamanojazz é a representante do Amapá no Festival Stage Nomade, que irá acontecer em julho, na França, e seus fundadores, professor Elias Sampaio e os músicos Nelson Dutra e João Batera, estão à frente da programação para arrecadar recursos para a viagem. Os artistas confirmam para o dia 5 de maio o show Sambas e Boleros em parceria com a cantora Deize Pinheiro e participação dos artistas Patrícia Bastos, Ariel, Cássio Pontes e Rambolde Campos, na Churrascaria Steak Express, para viabilizar renda para a viagem. Realizado pela Association Nomade, o festival será palco do lançamento do CD da banda, “Crioulo da Amazônia”.

O festival é um momento de integração das culturas musicais da América do Sul, Caribe e Guianas, e já se encontra na 10ª edição. Os participantes do intercâmbio, professores, alunos, produtores musicais e de eventos em geral  enriquecem o cenário musical regional e folclórico apresentando a cultura tradicional de cada região, que ganha evidência no palco do festival. Martinica, Caribe, Guiane, Paris, Alemanha e Brasil são algumas culturas que têm representatividade no Festival, que acontecerá no norte da França.

CD “CRIOULO DA AMAZÔNIA”

O professor Elias Sampaio representou o Amapá no festival em outras ocasiões, e agora, com a Eguamanojazz, lança no evento o CD instrumental “Crioulo da Amazônia” que reúne canções como Vida Boa, do amapaense Zé Miguel, e de compositores de outras nações, como Pierre-Marrie levaillant, David Fackeure e Yan Hervé, e ainda composições autorais dos integrantes da banda. O disco é resultado de uma pesquisa de fusão musical do Brasil com ritmos como samba, bossa nova, batuque e marabaixo, que ganharam versão no estilo Criolè Jazz.

“Iremos apresentar no Festival o trabalho que desenvolvemos no Amapá e na Amazônia, que é essa música crioula, nossas tradições, marabaixo e batuque em uma versão instrumental. Será uma oportunidade única de levar nossa produção para a vitrine musical que é o Festival Stage Nomade,  que tem como perfil a integração das culturas e sons tradicionais. Estamos recorrendo à alternativas para financiarmos a viagem, e este show Sambas e Boleros faz parte de nossa campanha de arrecadação. Contamos com o apoio de artistas que irão participar e esperamos que a população nos prestigie e aproveite o show, que será de muito talento”, disse o músico Elias Sampaio.

Serviços

Local: Churrascaria Steak Express

Endereço: Av: Mendonça Furtado entre Hamilton Silva e Manoel Eudóxio.

Hora: 22h

Mesa: R$ 100, 00

Informações: 98121-6999 – 988033686

Mariléia Maciel

Publicado em

Show ‘Deu Jazz’ traz sucessos internacionais e nacionais na voz de Ariel Moura

No repertório a cantora apresentara novas versões de sucessos internacionais e nacionais

Com uma apresentação cheia de referências musicais que marcaram sua vida, a cantora Ariel Moura, apresenta no dia, 04 de maio, o show ‘Deu Jazz’, a partir das 22h, no Restaurante Norte das Águas, no completo do Araxá. O show contará ainda com a participação especial das cantoras Patrícia Bastos e Brenda Melo

No repertório a cantora trará versões inéditas de grandes sucessos da música internacional, nacional e amapaense. Um repertório que vai do pop ao samba, em versões ‘jazzísticas’, feitas para este show. “Estou tendo a oportunidade de levar para o palco um repertório com músicas que eu sempre quis cantar”, destaca Ariel.

O público pode esperar durante uma hora de show releituras de grandes sucessos como Sá Marina de Wilson Simonal, Cara Valente conhecida na voz de Maria Rita, I Know You Know de Esperanza Spalding, Mei Mei, sucesso na voz de Patrícia Bastos, entre outras.

O Show contará com a direção musical de Hian Moreira (bateria), e contará com Alan Gomes (baixo elétrico e acústico), Jeffrei Redig (teclado) e Fabinho Costa (violão e guitarra). Após a apresentação em Macapá, ‘Deu Jazz’, será apresentado ainda no mês de maio em Caiena, na Guiana Francesa.

Ariel Moura é amapaense, moradora do município de Santana, iniciou sua carreira musical aos 13 anos, cantando nos festivais estudantis em escolas de Macapá e Santana. Em 2010 conheceu Tom Campos, guitarrista amapaense, e foi através dele que passou a se apresentar em bares, restaurantes e shoppings do Amapá. Em 2016 a carreira da cantora deu uma virada ao ser selecionada para o The Voice Brasil e fazer parte do time de Carlinhos Brow. Na volta para Macapá, depois do The Voice Brasil, Ariel tem participado de vários shows de destaque no Amapá e em vários outros estados Brasileiros.

Serviço
Show “Deu Jazz”, de Ariel Moura
Data: 4 de maio (sexta-feira)
Hora: 22h
Local: Restaurante Norte das Águas (complexo do Araxá)
Mesas: R$ 60 (quatro pessoas)
Reservas e informações: (96) 98140-4980 / 98109-5560 / 99149-7245

Publicado em

Rambolde Campos é o convidado de hoje no Especial MPA

Nesta sexta-feira, teremos no programa Especial MPA, a participação do cantor e compositor Rambolde Campos.

Na Rádio Universitária FM, 96.9 de 15 às 16h. Com as parcerias da Amazônia Brasil Rádio Web. Chicoterra.com, da AMCAP e você dileto ouvinte.

O Especial MPA acontece todas as sexta-feiras as 15h, hoje com a apresentação do professor João Borges Filho.

Ouça:

Publicado em

Patrícia Bastos faz aniversário e recebe homenagens de amigos e fãs

Sem discutir o talento e humanidade que marcam a vida dessa artista e acima de tudo Ser humano, a cantora Patrícia Bastos recebeu merecidamente um programa inteiro de homenagens de amigos e admiradores no Programa O Canto da Amazônia deste 18 de abril.

Ouça o programa o Canto da Amazônia de Heraldo Almeida desta quarta-feira:

Quem é Patrícia?

Patrícia Christiane Guedes Bastos, mais conhecida como Patrícia Bastos, é uma cantora brasileira nascida em Macapá. Filha do educador Sena Bastos e da cantora Oneide Bastos, Patrícia cresceu em ambiente musical; músicos tradicionais do Amapá frequentavam sua casa. Formada em administração, começou a se dedicar à música aos 18 anos, quando entrou para a Banda Brinds, na qual permaneceu por cinco anos.[1]Participou também de alguns festivais, conquistado prêmios no Festival da Canção Amapaense, em 1997, no Festival Internacional de Goiás (Festsinhá), e no Festival de Tatuí, cidade do interior de São Paulo e desde então, seguiu carreira solo,

Patrícia destaca-se pelo timbre suave e afinação contundente, começou tocando em bares da cidade de Macapá, sua cidade natal, ao lado dos artistas como Zé MiguelOsmar Júnior e Vanildo Leal. Já se apresentou como participação especial de Nico RezendeLô BorgesBiafraNilson Chaves e do grupo Boca Livre.[2]

Com o álbum Zulusa (palavra que combina zulu com lusa), lançado em 2013, Patrícia foi premiada em maio de 2014, no 25º Prêmio da Música Brasileira, como melhores disco regional e cantora regional.[1]

O sexto álbum intitulado ‘Batom Bacaba’, lançado através do edital Natura Musical de 2015 e produzido por Du Moreira e Dante Ozzetti, traz as características musicais da cultura amapaense como o marabaixobatuque e cacicó, o álbum traz canções oito canções com colaboração de artistas consagrados da região norte. A obra foi lançada em São PauloCampinas e em Macapá. Com a obra, Patrícia foi novamente indicada para a 28ª Edição do Prêmio da Música Brasileira de 2017 nas categorias de Melhor Álbum e Melhor Cantora.[3]

Seu álbum Batom Bacaba foi indicado ao Grammy Latino de 2017 de Melhor Álbum de Raizes Brasileiras.[4]

Fonte Wilkipedia